terça-feira, 19 de maio de 2009

"EU MESMA"



Hoje serei eu mesma...
Juntarei meus pedaços,
meus momentos esquecidos.
Darei cores vivas a um passado
em preto e branco.
Escreverei outro livro,
em páginas decoradas com a poesia.
Hoje serei eu mesma...
preciso enxergar o que não quero,
chorar até secar todas as lágrimas,
banir os pensamentos sombrios
e descansar dentro de mim.
Farei muito barulho,
vou gritar, berrar até cansar.
Quero acordar deste sonho inexistente.
Vou romper as teias,
retirar o mofo que impregna minh'alma
E depois quem sabe te dizendo adeus,
eu possa voltar a sorrir.

Serena.


13 comentários:

D.Ramírez disse...

UAU!!

Besos

Þ®¡§¢¡£å ♠ disse...

Oi Fada Flor *.*

Quem sabe né,mas dependendo do grau de importância da pessoa na nossa vida,o dizer Adeus piora tudo =/

Beijão

Avassaladora disse...

"Escreverei outro livro,
em páginas decoradas com a poesia."

Serena, eu tambem queria... Escrever outro livro da minha vida, com páginas de poesia!

Que belo poema!


Emoção pura...


Beijos e carinhos!

Marina Gomes disse...

Lindo, lindo, lindo!
Você escrteve muito bem, Serena.

Gostaria de usar em um post do meu blog esse poema, pode deixar que te darei os créditos. Posso?

Beijos!

Rodrigues Bomfim disse...

Belíssimo texto, de uma fluência e beleza realmente tocantes. Preciso e enxuto..parabéns!!
Amiga, forte abraço e ótimo fim de semana.

Beijos.

Conceição Duarte disse...

Serena que beleza sua poesia!
As vezes é preciso sair do amor, para sorrir... Afinal se é bom não pode ser constragedor, ou manipulador,

um beijo bom final de semana, CON

caurosa disse...

Olá amiga Serena Flor, "quem é vivo sempre aparece" e para ler esta maravilha, sempre muita inspiração e beleza. Parabéns.

Muita paz, harmonia e mais inspiração em sua vida,

Forte abraço

Caurosa

Xabonas disse...

"Hoje é o dia mundial do Sorriso, Sorria voce faz parte" E teremos a certeza de que por um dia o mundo será bem melhor.

beijooooooooo

Vieira Calado disse...

A sorrir, entre as espiga do cereal da terra!

Esperemos que sim.


Bjs

elvira carvalho disse...

Quem dera poder escrever assim
"Hoje serei eu mesma
juntarei meus pedaços
meus momentos esquecidos"
Mas hoje eu só tenho uma interrogação:
Será que algum dia eu juntarei meus pedaços?
Um abraço e tudo de bom

MurmuriodoVento disse...

qtas vezes eu disse a mim mesma que reescreveria a minha vida..qtas e qtas vezes me prometi exorcizar todos os meus velhos fantasmas,duvidas sem contas que me acompanham....

Luísa disse...

Tão liiiiiiiiiiiiiiiindo!
Muito da alma, muito emotivo, muito teu!
Boa!Vams lá dar o salto prá frente e esquecer o que nos incomóda e machuca hoje!Amanhã, depois de saltar, gritar e secar todas as lágrimas, estaremos predispostas a voltar a sorrir e amar todas as coisas à nossa maneira!

Lindo poema reflectido!Lindo poema!
Beijinho terno!

disse...

Pedindo, mas já levando!!! Posso??? Vou postar, se não gostar: Grite!!! E eu tiro de lá, tá... Tiamu!!!

 
BlogBlogs.Com.Br