quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

"FALANDO DE AMOR"


Deixa eu te falar do meu amor...
Ele é vivo e quente como o sol
Forte e tempestuoso como o mar
Em noites sombrias é luz divina do farol

Ele tem a fome do querer
Anda faminto de prazer
Traz a boca e a garganta seca
Querendo saciar a sede de você

Traz com ele os mistérios e segredos
De noites desérticas da paixão
Por medo quase caindo dos rochedos
Tateando no escuro à procura da tua mão

Ao pressentir tua chegada
Se enfeitou com rosas e lírios
Se vestiu de sonhos loucos
E declamou versos de amor em delírios


Se não acreditas, ainda assim quero falar
Podes esquecer to tempo, de tudo que viveu
Do céu e das estrêlas do mar
Mas não duvides nunca deste amor que é todo teu.

Serena.



8 comentários:

Xana disse...

E o amor prevalece, isso é que é importante.
muito bonito beijinho

Jhow Carvalho disse...

Oi Flor tudo bem linda poesia beijos

Luísa disse...

Tanto amor no ar que por aqui se respira...

Bom fim-de-semana!

Betty Branco Martins disse...

._________querida Flor







.o amor




que tudo transforma__________...



lindo:=)


____________________________///











beijO______ternO
bFsemana

D.Ramírez disse...

acho q nao dara pra esquecer nao...lindo poema, mais um né?
Sabe q ficou bem legal a tirita aqui, abrilhantou mais, adorei q gostou;)

Besos

Edgard ♠♦O Pierrot♥♣ Antonello disse...

Deixe-me contar sobre meu amor..

Veio com a vida,
Girou como cata-vento,
Partiu fugida,
Levando meu melhor momento.

Lágrima de pierrot,
Caída sobre a face.
Não de tristesa,
Mas de enlace.

Adorei a poesia. Impeliu-me lembrar coisas que tentava esquecer.

Ernani Netto disse...

Lindo poema!

O amor é uma força arrebatadora, que nos toma os sentidos, e vivemos somente em função dele!

Obrigado pela visita! Adorei a sua trilha sonora!!

Bjaum

UIFPW08 disse...

linda linda
bellissima...

 
BlogBlogs.Com.Br