quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

"SEPARAÇÃO"

As amarras se romperam
O que era inteiro se partiu
Antes almas companheiras
Agora um mundo que caiu.

Da tua presença apenas restou
Guardado em um canto qualquer
Uma foto antiga e sem cor
E um bilhete escrito por outra mulher

Na caixinha de costura
Encontrei aquele botão
Que no afã de nossa briga
Ficou perdido em minha mão.

Palavras, olhares...tuas mãos
Ficaram tatuados na memória
Vidas vividas...tudo em vão
Entranhados na minha história.

Serena


4 comentários:

Tatiana disse...

Ahhh Serena...impossível não emocionar ao ler as suas palavras...tanto em meu blog, quanto aqui percebo que exalam emoção.
Você também é uma pessoa muito especial para mim.
Adoro tudo que você escreve e percebo em você uma grande Poetisa da alma.

Obrigada de coração!

Receba um beijo carinhoso

Xana disse...

Vidas que se rompem,histórias que acabam...
O que fazer quando isso acontece senão chorar horas seguidas e depois ir á luta?

Muito bonito ...beijo

Jorge Cardoso disse...

cada som que as páginas da vida entoam, segue-se toda a lembrança de dores que magoam.

muito bom e muito boa a música...

beijo terno...

joao Assis disse...

Serena,
Você é realmente muito talentosa,parabéns pelos belos poemas que falam á alma.
Um grande abraço.

 
BlogBlogs.Com.Br