quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

"VERSOS TRISTES"


Sou poetisa de verso triste
A que chora em noite sombria
Sangrando o coração me deixou
E sem saber minh'alma morria.

O punhal daquele amor hipócrita
Feriu-me o peito mortalmente
Hoje sou sombra fria e morta
Rastejando tal qual uma serpente

De chorar meus olhos secaram
E a dor no corpo cicatrizes deixou
Da vida as luzes se apagaram
Apenas a loucura me restou

Meu sentimento no peito é suicida
Querendo morrer na magia da paixão
Dor profunda agora é o que sinto
Morro afogada em um mar de ilusão.

Serena.


6 comentários:

AC Rangel disse...

Terrível este amor. Marcante, apesar de hipócrita. Você merece outro amor. Você terá outro amor.
Adoro teus blogs...

Multiolhares disse...

Existe um tempo para tudo para sofrer, para chorar, para cair no poço negro e frio da dor, mas depois é tempo de não viver mais na ilusão e quebrar as grilhetas para a vida, só quando abrimos as janelas o sol pode entrar
beijinhos

UIFPW08 disse...

Serena este poema é lindo
puro fotografia
seis bravissima
Beijo
Morris

D.Ramírez disse...

coisas do amor. o amor nos da varias sensaçoes e amar é isso mesmo...
mas ame..é oq importa.
Besos

Isis disse...

.*.*.*.*.***..
AMOR,como fugir?
Por onde quer q formos estará ele junto conosco...e...quase sempre acompanhado da DOR....

anita sereno disse...

é bom amar com intensidade
mas por vezes sofremos
não se obstrua ao sofrimento
faz parte de quem ama
a ilusão fala crescer
e da decepção verá o novo amor
com outras prespetiva
seja muito feliz que
ultrapasses esse tua mais
profunda dor
be

 
BlogBlogs.Com.Br